25 de jul de 2010

[Jogos/Nostalgia] Dos 8 aos 128-bits - Parte 3 (Nintendo 64)


Continuando a série com os vídeo games que moldaram meu caráter e me fizeram companhia por longas horas, vamos passar para o Nintendo 64 o vídeo game que eu menos gostei de ter tido e que tive por menos tempo.

Me arrependo bastante de ter tido o Nintendo 64. Não por ele ser um console ruim, mas sim por eu achar o antecessor dele, o Super Nintendo, muito melhor e com jogos muito mais legais. Apesar disso, tenho que admitir que o Nintendo 64 teve jogos memoráveis como GoldenEye 007, The Legend of Zelda: Ocarina of Time, F-Zero X (que consegue ser muito melhor que o do Super), Top Gear Rally e a lista pode seguir por um bom tempo.


Infelizmente eu tive o azar de sempre ter jogos ruins e que eu na verdade não queria. Aqui em casa, quando pequeno, o esquema de ganhar jogo era apenas nos aniversários, dia das crianças ou natal e mesmo assim tinha que ser muito insistente e provar por A mais B que era necessário, porque o fato de eu ter um jogo, para os meus pais, eximia toda a necessidade de um segundo jogo.

Outro fato que me fez começar o Nintendo 64 com o pé esquerdo foi logo a compra dele. Ganhei o meu em 98, na época da Copa do Mundo da França, e a Nintendo tava com uma caixa especial que além do vídeo game e de um controle dourado você ganhava o jogo International Superstar Soccer 98, que é o melhor jogo de futebol do 64 só perdendo o cargo de melhor jogo de futebol anos depois pra série Winning Eleven já no Playstation. Pois bem, eu queria esse, minha mãe comprou o normal que não vinha com jogo. Ou seja, passei um bom tempo jogando apenas jogos alugados por não ter um jogo porque minha mãe quis economizar 50 reais, o que era menos que um jogo na época.


Meu primeiro jogo só foi adquirido meses depois e também não um jogo que eu queria. Eu queria o jogo Quest 64, que por sinal parece ser bem fraco também, e acabei comprando Mystical Ninja: Starring Goemon porque dentre as opções da loja era a menos pior. Esse, por sinal, é um problema de se comprar jogos em épocas de festa porque você só encontra as sobras de jogos.

Pois bem, mesmo não sendo o jogo que eu queria ele era até razoável e me rendeu várias horas de diversão. Depois dele tive ainda o pior jogo da série Mortal Kombat, o famigerado Mythologies: Sub-Zero e pra terminar minha lista de jogos tive Donkey Kong 64 que nem de longe é tão bom quanto os Donkey Kongs do Super Nintendo.


O bom do Nintendo 64 é que não precisei ter muitos jogos, porque no meu prédio tinha umas 5 pessoas que tinham ele, então emprestávamos os jogos uns para os outros e conseguíamos jogar vários deles. Por isso que digo que o Nintendo 64 foi um vídeo game bonzinho, mas que eu não tive tanto prazer em ter. É tanto que logo eu troquei por um Playstation 1.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário