20 de jan de 2010

[Cinema] Zumbilândia, o futuro que eu espero não ver


Filme de zumbi é algo que me atrai. Não sei exatamente porque, mas é algo que sempre que ta passando e eu tenho a chance de ver eu assisto. E eu só coloquei esse “e eu tenho a chance de ver” porque minha namorada odeia, então se eu tiver com ela infelizmente não tem como assistir. Porém, regras existem para serem quebradas, e como já aconteceu com Fido, excelente filme que eu já comentei aqui no blog e que se você ainda não viu deve ver urgentemente, consegui fazê-la assistir um filme de zumbi, e que, assim como Fido ela adorou. O bravo guerreiro se chama Zumbilândia (Zombieland, 2009), filme do diretor Ruben Fleischer que me pareceu uma mistura do jogo Left 4 Dead e da HQ Os Mortos-Vivos. O que me agradou bastante visto que gosto de ambos.

No filme, assim como em quase todo filme de zumbi temos um estágio de contaminação muito avançado onde quase toda a população terrestre (pelo menos a dos EUA que é onde se passa o filme), foi contaminada e virou zumbi. Só um ou outro gato pingado está livre do terrível mal.


Um desses gatos pingados é Columbus (Jesse Eisenberg), um garoto nerd típico que vem sobrevivendo ao caos que se tornou o mundo utilizando-se de simples regras que, em minha opinião, deveriam ser ensinadas no colégio, porque um dia os zumbis virarão realidade. Posso não estar aqui pra ver, mas isso acontecerá. Dentre essas regras temos, por exemplo: Tenha boa condição física, sempre acerte duas vezes, use cinto de segurança, e por aí vai. Regras simples, mas que durante o caos em que vai se transformar o mundo você não seguirá.


Durantes as andanças, Columbus, tentando sobrevir e reencontrar os pais encontra Tallahassee (Woody Harrelson), um valentão que quando não está caçando zumbis está caçando o seu bolinho preferido que, ao que parece está se tornando realmente difícil de encontrar. Como estavam indo na mesma direção Columbus pega uma carona com ele. Durante a viagem eles ainda encontram as irmãs Wichita (Emma Stone) e Little Rock (Abigail Breslin), e os planos mudam. Eles agora vão em busca do único lugar da terra onde não existem zumbis. Como não podia faltar no meio do caminho eles encontram um monte de zumbis que eles terão que encarar e uma personalidade famosa que faz uma aparição bastante inusitada na visita deles a Hollywood.

Zumbilândia é um filme bastante interessante, que mescla bem o terror e a comédia, assim como fez o filme inglês Todo Mundo Quase Morto (Shaun of the Dead, 2004). Altamente recomendado para quem gosta de terror, comédia ou que está apenas procurando algo diferente para ver.


Pra terminar, fica aqui uma imagem que eu encontrei a algum tempo na internet. Atualmente é apenas uma imagem, mas eu recomendo que você imprima uma e leve sempre na carteira, assim como eu. Nunca se sabe quando ela se tornará uma cartilha preciosa.


2 comentários:

  1. Opa,
    realmente é um ótimo filme!
    Cosegui fazer minha namorada assistir junto, e ela gostou bastante.
    Já assisti alguns filmes esse ano, mas com esse..posso dizer que comecei o ano, cinematograficamente falando, em grande estilo. Ainda mais pelo fato de uma das músicas tocadas durante o filme e no trailer são do Van Halen.

    Abs

    Gabriel

    Everybody Wants Some!!!

    ResponderExcluir
  2. Yo,

    Tb me amarrei nesse filme, só destaco que quando houver o holocausto zumbi a primeira coisa a acabar vai ser a infra-estrutura e fornecimento de luz/agua/telefone e mesmo pegar um carro pra dar um rolé vai ser complicado menos nas rodovias. O filme, que embora ñ seja de zumbi, melhor ambienta esse mundo acho que é esse A Estrada com o Vigo Mortensen.

    Abs!

    ResponderExcluir