15 de jan de 2011

[Literatura] Cotoco


Quando li o primeiro livro da série Harry Potter fiquei mais encantado com o dia a dia das personagens na escola assistindo aulas, conversando besteira e jogando quadribol, do que com o fato de Harry Potter ser o escolhido e ter que livre o mundo dos bruxos do mal e etc. Eu gostava da parte gostosa de ler, da parte cotidiana deles. Boa parte disso talvez se deva ao fato de que, ao contrário de 99% das crianças comuns, eu gostava de ir para o colégio. Me sentia em casa, sempre gostei de estudar, então ir pra aula não era um inferno e sim um meio de aprender coisas novas.

Estudei num colégio grande onde tinha espaço pra explorar, correr e brincar. Além disso, a maioria dos meus amigos eram amigos que eu tinha feito lá, principalmente porque eu estudava de tarde e quase todas, se não todas, as outras crianças que moravam no meu prédio e nas cercanias estudavam de manhã, então só podia brincar a noite e era a noite que passava os programas que eu gostava como Mundo de Beakman, Castelo Ra-Tim-Bú, Super Campeões, Cavaleiros do Zodíaco, YuYu Hakusho, etc.. É tanto que meus melhores amigos hoje em dia ainda são os que fiz na época do colégio.

Então, diante do meu histórico, não achei estranho quando, um dia, passando pela livraria vi o livro “Cotoco” e fiquei imediatamente com vontade de ler. Toda vez que passava na livraria o namorava, até que finalmente neste último Natal ganhei de presente. E felizmente posso afirmar que o livro é tudo que eu imaginava e mais um pouco.

O livro narra em forma de diário o dia a dia de Jhonny Milton, um garoto de 13 anos que ganha uma bolsa de estudo para estudar num internato só para garotos na África do Sul. Logo nos primeiros dias devidos as partes íntimas pouco desenvolvidas ele recebe o apelido de Cotoco. Convivendo com mais 7 garotos no dormitório, eles logo ficam conhecido como os Oito Loucos pelas confusões que arrumam e se metem.


Entre passeios noturnos, caça a fantasmas, almoços literários e ensaios para uma peça musical, vamos acompanhando as descobertas do simpático garotinho de 13 anos que não tem nenhuma missão de salvar o mundo e sim, passar de ano e aproveitar a vida como todos nós. E é o fato de ser um livro sobre um garoto comum fazendo coisas comuns que o torna especial, porque é impossível não se lembrar de algumas passagens próprias o lendo. Seja a primeira namorada, seja a tentativa de infringir regras só pelo simples prazer de conseguir, etc.

Escrito pelo sulafricano John van de Ruit, “Cotoco” é um excelente livro, com uma leitura gostosa que diverte e emociona ao mesmo tempo. Um livro sem grandes ambições, mas que cumpre muito mais do que se propõe a fazer.


Não sabia, mas pesquisando para o post descobri que o livro possui duas continuações: Spud - The Madness Continues (2007) e Spud Learning To Fly (2009) que ainda não possuem data de lançamento aqui no Brasil, mas que eu espero que não demore muito, porque o livro é muito bom. Descobri também que além dos livros já foi feito um filmes do livro que estreou na África do Sul em dezembro do ano passado (2010), infelizmente acredito que não tenha previsão de passar por aqui, se é que vai passar. O negócio é torcer para alguma alma caridosa disponibilizar na internet algum dia. Felizmente alguém disponibilizou para download o filme e a legenda em português.

Filme: Torrent + Legenda

Abaixo segue o trailer do filme: